Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

...

publicado por Filipa Monteiro às 15:27
link do post | comentar | favorito
Domingo, 15 de Junho de 2008

Vale a pena ver...

 

 

Quando alguém evolui tudo à sua volta também evolui, quando trabalhamos para ser melhores do que o que somos tudo à nossa volta fica também melhor...És livre para escolher, para tomar decisões, toma as tuas decisões com coragem, desprendimento e, ás vezes, uma certa dose de loucura.

 

Apenas entendemos a vida e o universo quando procuramos explicações. Aprender significa entrar em contacto com o mundo desconhecido onde as coisas mais simples são as mais extraordinárias atreve-te a desafiar.

 

Insiste uma, e outra vez, recorda que sem fé se pode perder uma batalha que parecia ganha não te dês por vencido, recorda sempre o que queres e empenha-te de novo. O segredo está em não ter medo de errar e saber que é necessário ser humilde para aprender ter paciência para encontrar o momento exacto e brindar com os teus colegas. E se isto n for suficiente... Enfrenta com mais força...

O mudo está nas mãos daqueles que têm coragem para sonhar e correr riscos para viver o seus sonhos... ;)

publicado por Filipa Monteiro às 22:55
link do post | comentar | favorito

...

 

Não resisti em colocar aqui uma parte deste filme, que para além de ser um romance aborda temas muito delicados e desperta sensibilidades... Eu adorei!!! :)

publicado por Filipa Monteiro às 19:46
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

O Princepizinho

"- Anda brincar comigo - pediu o princepezinho. - Estou tão triste...

- Não posso ir brincar contigo - disse a raposa. - Ainda ninguém me cativou... Andas á procura de galinhas?

- Não... Ando á procura de amigos. O que é que "cativar" quer dizer?

- Quer dizer que se está ligado a alguém, que se criaram laços com alguém.

- Laços?

- Sim, laços - disse a raposa. - ... Eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo e eu serei para ti, única no mundo... Tenho uma vida terrivelmente monótona... Mas se tu me cativares, a minha vida fica cheia se Sol. Estás a ver, ali adiante, aqueles campos de trigo? ... não me fazem lembrar de nada. É uma triste coisa! Mas os teus cabelos são da cor do ouro. Então quando eu estiver cativada por ti, vai ser maravilhoso! Como o trigo é dourado, há-de fazer-me lembrar de ti... Só conhecemos as coisas que cativamos - disse a raposa. - Os homens, agora já não tem tempo para conhecer nada. Compram as coisas feitas nos vendedores. Mas como não há vendedores de amigos, os homens já não tem amigos. Se queres um amigo, cativa-me!

- E o que é preciso fazer?- Perguntou o princepezinho.

- É preciso ter muita paciência. Primeiro, sentas-te um bocadinho afastado de mim, assim em cima da relva. Eu olho para ti pelo canto do olho e tu não dizes nada . A linguagem é uma fonte de mal-entendidos. Mas todos os dias te podes sentar mais perto... Se vieres sempre ás quatro horas, ás três já eu começo a ser feliz... Foi assim que o princepesinho cativou a raposa. E quando chegou a hora da despedida:

- Ai! - exclamou a raposa - Ai que me vou pôr a chorar...

- Então não ganhaste nada com isso!

- Ai isso é que ganhei! - disse a raposa. - Por causa da cor do trigo..."

 

O Principezinho, de Saint-Exupery, Antoine

publicado por Filipa Monteiro às 19:31
link do post | comentar | favorito

Haja Saúde - Xaile

Alentejo, Alentejo

Seja onde for
Quanto mais a sul me vejo
Menos eu sinto esta dor

Vou no espírito do vento
Parto de manhã
Deixo atrás o desalento
E o tormento de um não, ai, ai de um ai
Ai, ai, ai de um ai

Não me venhas com lamúrias
Olha que eu vou chorar
Não te escondas num lamento
Que o tempo passa a voar

Não me contes mais histórias
Dessas de adormecer
Sou Maria, sou Vitória
E a minha história ainda está só, só no amanhecer
Amanhecer, amanhecer
Só, só no amanhecer

Cruzes credo e água benta
P'ra seguirmos a viagem
Sou Maria, sou coragem
De apelido compaixão
Bate, bate coração, pois não
Sou Maria, sou verdade
Haja sempre dignidade e haja saúde
Haja saúde

Se cantares à tristeza
Diz-lhe do meu amor
Que está triste na incerteza
De que lhe deve um favor

Alentejo meu desejo
Onde eu hei-de ser
Logo à noite dá-me um beijo
Que a vida são dois dias e, e passam a correr
Passam a correr, passam a correr
E não param ao passar

Cruzes credo e água benta
P'ra seguirmos a viagem
Sou Maria, sou coragem
De apelido compaixão
Bate, bate coração, pois não
Sou Maria, sou verdade
Haja sempre dignidade e haja saúde
Haja saúde

Cruzes credo, ai Jesus, pesunção e água benta
P'ra seguirmos a viagem
Bate, bate coração

Cruzes credo e água benta
P'ra seguirmos a viagem
Sou Maria, sou coragem
De apelido compaixão
Bate, bate coração, pois não
Sou Maria, sou verdade
Haja sempre dignidade e haja saúde
Haja saúde

publicado por Filipa Monteiro às 19:25
link do post | comentar | favorito

Honestidade

Conta-se que por volta do ano 250 A.C, na China antiga, um príncipe da região norte do país, estava as vésperas de ser coroado imperador, mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar. Sabendo disso, ele resolveu fazer uma "disputa" entre as moças da corte ou quem quer que se achasse digna de sua proposta. No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia, numa celebração especial, todas as pretendentes e lançaria um desafio.

Uma velha senhora, serva do palácio há muitos anos, ouvindo os comentários sobre os preparativos, sentiu uma leve tristeza, pois sabia que sua jovem filha nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe. Ao chegar em casa e relatar o fato a jovem, espantou-se ao saber que ela pretendia ir a celebração, e indagou incrédula:

- Estarão presentes todas as mais belas e ricas moças da corte. Tire esta idéia insensata da cabeça, eu sei que você deve estar sofrendo, mas não torne o sofrimento uma loucura.

E a filha respondeu:

- Não, querida mãe, não estou sofrendo e muito menos louca, eu sei que jamais poderei ser a escolhida, mas é minha oportunidade de ficar pelo menos alguns momentos perto do príncipe, e isto já me torna feliz.

À noite, a jovem chegou ao palácio. Lá estavam, de fato, todas as mais belas moças, com as mais belas roupas, as mais belas jóias e as mais determinadas intenções. Então, finalmente, o príncipe anunciou o desafio:

- Darei a cada uma de vocês uma semente. Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor, será escolhida minha esposa e futura imperatriz da China.

A proposta do príncipe não fugiu as profundas tradições daquele povo, que valorizava muito a especialidade de "cultivar" algo, sejam costumes, amizades, relacionamentos, etc... O tempo passou e a doce jovem, como não tinha muita habilidade nas artes da jardinagem, cuidava com muita paciência e ternura a sua semente, pois sabia que se a beleza da flor surgisse na mesma extensão de seu amor, ela não precisava se preocupar com o resultado. Passaram-se três meses e nada surgiu. A jovem tudo tentara, usara de todos os métodos que conhecia, mas nada havia nascido. Dia após dia ela percebia cada vez mais longe o seu sonho, mas cada vez mais profundo o seu amor. Por fim, os seis meses haviam passado e nada havia brotado. Consciente do seu esforço e dedicação a moça comunicou a sua mãe que, independente das circunstâncias, retornaria ao palácio, na data e hora combinadas, pois não pretendia nada além de mais alguns momentos na companhia do príncipe. Na hora marcada estava lá, com seu vaso vazio, bem como todas as outras pretendentes, cada uma com uma flor mais bela do que a outra, das mais variadas formas e cores. Ela estava admirada, nunca havia presenciado tão bela cena. Finalmente chega o momento esperado e o príncipe observa cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção. Após passar por todas, uma a uma, ele anuncia o resultado e indica a bela jovem como sua futura esposa. As pessoas presentes tiveram as mais inesperadas reações. Ninguém compreendeu porque ele havia escolhido justamente aquela que nada havia cultivado ? Então, calmamente o príncipe esclareceu:

- Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma imperatriz. A flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis.

 

Se para vencer, estiver em jogo a sua honestidade, perca. Você será sempre um Vencedor.

publicado por Filipa Monteiro às 19:24
link do post | comentar | favorito

No Way Out

Everywhere I turn, I hurt someone
But there's nothing I can say to change
the things I've done
Of all the things I hid from you
I cannot hide the shame
And I pray someone, something will come
to take away the pain

Chorus:
There's no way out of this dark place
No hope, no future
I know I can't be free
But I can't see another way
I can't face another day

Tell me where, did I go wrong
Everyone I loved, they're all gone
I'd do everything s
o differently
but I can't turn back the time
There's no shelter from the storm
inside of me

Chorus Repeat:
There's no way out...

I can't believe the words I hear
It's like an answer to a prayer
When I look around I see
This place, this time, this friend of mine

I know it's hard but you
found somehow
To look into your heart and
to forgive me now
You've given me the strength to see
just where my journey ends
You've given me the strength
to carry on

I see the path from this dark place
I see my future
Your forgiveness has set me free
Oh and I can see another way
I can face another day!

I see the path, I can see the path
I see the future
I see the path from this dark place
I see my future

I see the path, I can see the path
I see the future

publicado por Filipa Monteiro às 17:41
link do post | comentar | favorito

...

publicado por Filipa Monteiro às 17:32
link do post | comentar | favorito

.Quem sou eu?? Eu!

.pesquisar

 

.Janeiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


.posts recentes

. ...

. stupid boy

. Amanhecer

. ...

. Como eu te quero...

. Chega de Saudade - Viníci...

. Faz Assim - Sorriso Malan...

. shrek - My Boy Lollipop

. Migalhas

. Quantas cores o vento tem

.arquivos

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Junho 2008

.links

.os meus visitantes

Locations of visitors to this page
Besucherzahler russian brides
website counter

.blog.com.pt

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO

.subscrever feeds